ENTREVISTA EXCLUSIVA COM LORENZO QUINN

O artista italiano Lorenzo Quinn é um dos principais escultores da atualidade. Exibido internacionalmente, sua monumental arte pública e peças menores transmitem sua paixão por valores eternos e emoções autênticas. São esculturas baseadas em grandes mitos, referindo-se aos amplos temas que se repetem em nossa civilização e atravessam distinções de cultura e tempo.


Lorenzo Quinn estudou na Academia Americana de Belas Artes de Nova York, planejando ser um pintor surrealista. No entanto, aos 21 anos, ele decidiu que seu futuro estava na escultura, já que poderia acomodar melhor sua energia e originalidade. 


Aos vinte e dois anos, Quinn teve uma breve carreira como ator, estrelando o filme Stradivari ao lado de seu pai, o ator Anthony Quinn. No entanto, ele não gostou de trabalhar na profissão e decidiu se concentrar apenas na escultura.


Quinn geralmente concebe cada trabalho por escrito, e o texto poético é finalmente exibido com a escultura, como parte integrante da peça.


O trabalho de Quinn aparece em muitas coleções particulares em todo o mundo e foi exibido internacionalmente durante os últimos 20 anos. Entre as suas encomendas está A Árvore da Vida, produzido para as Nações Unidas e emitido pela organização como um selo em 1993. No ano seguinte, o Vaticano o contratou para esculpir a imagem de Santo Antônio para a Basílica do Santo localizada em Pádua, em comemoração ao 800º aniversário do nascimento do santo; a escultura foi abençoada pelo papa na Praça de São Pedro, em Roma, diante de uma multidão de 35.000 pessoas.


Lorenzo Quinn é o responsável por me tornar uma admiradora da arte contemporânea. Tendo em vista isto, e sua grande importância para o meio, consegui uma entrevista exclusiva com ele. Como o artista possui uma agenda cheia de compromissos e viagens, a entrevista é curtinha, porém foi concedida com muito carinho. Segue abaixo:


Em qual momento da sua vida você se descobriu artista? O que mais motivou a sua necessidade de criar?

Ainda estou tentando descobrir se sou um artista. É a única maneira de eu saber realmente comunicar meus sentimentos mais íntimos.



Qual material você prefere utilizar para elaborar suas obras e por quê?

Metais, especialmente bronze por causa de sua durabilidade.



Sua arte sempre transmite uma mensagem, rica em significados e simbolismos. Você faz referência à mitologia recorrentemente, qual a importância dos mitos para você e para sua expressão artística?

Eles são uma ótima fonte de inspiração. Ao longo dos anos muitos artistas foram inspirados pelos mitos por causa de seu simbolismo.



Seu trabalho provoca nas pessoas uma reflexão sobre relacionamentos e sociedade, qual artista provoca o mesmo em você?

Principalmente os antigos mestres, eu normalmente não procuro inspiração nos artistas modernos, já que não quero ser influenciado.



Dentre todas as suas obras, por qual você tem mais apreço?

Não é para eu dizer, mas imagino que seja as minhas esculturas “Support” e “Force of Nature”.



Por fim, gostaria de saber se você tem algum conselho para quem está começando.

A vida de um artista é uma vida difícil porque você precisa acreditar em si mesmo através de todos os fracassos e não abandonar a estrada escolhida e nunca fica fácil, mas as recompensas valem todo o sofrimento porque você pode fazer as pessoas sonharem.



*Para saber mais sobre o trabalho de Lorenzo Quinn acesse:

 https://www.lorenzoquinn.com/


** Esta entrevista foi realizada em inglês, caso queira ler a entrevista original entre em contato por e-mail.

 

©2018 by Bárbara Lopes Buarque. Proudly created with Wix.com