Our Recent Posts

Archive

Tags

A arte e a operação Lava-Jato


A partir desta operação conduzida pela Polícia Federal do Brasil, a demanda por peritos em obra de arte tem crescido, a profissão tem ganhado cada vez mais espaço e seu devido reconhecimento.


As obras de arte apreendidas ao longo desta operação vêm sendo analisadas com bastante cautela, e toda essa perícia objetiva o máximo de precisão na conclusão de autoria, autenticidade e valores. É a partir desse trabalho que as autoridades podem de fato mensurar os valores desviados.


As apreensões destas peças são feitas quando as investigações apontam para suspeita de origem ilícita e fruto de lavagem de dinheiro. Até o momento, a Justiça brasileira ainda não tem ao certo o valor total em obras de arte apreendidas. Compõe as apreensões obras de artistas como Nelson Leiner, Vik Muniz, Carlos Vergara, Amilcar de Castro, Salvador Dalí, Miró entre outros.


A tela “Flores para Guignard” de Fernando Lucchesi, com valor estimado em R$12mil, se tornou foco de investigação; apreendida na casa do ex-diretor da Petrobrás Renato Duque, a análise durou um ano e obteve laudo confirmatório da autenticidade da peça. As técnicas utilizadas para obter o resultado foram análise grafoscópica, microscopia Raman e eletrônica e foto rasante e ultravioleta.

©2018 by Bárbara Lopes Buarque. Proudly created with Wix.com